Ir para o menu de navegação principal Ir para o conteúdo principal Ir para o rodapé

Artigos

v. 16 n. 3 (2021): DEZEMBRO 2021

Impactos nos fatores psicossociais de lideranças em sistemas de produção enxuta

Enviado
outubro 26, 2020
Publicado
2021-12-31

Resumo

Os aspectos provenientes da inovação de Henry Ford ocasionavam alguns problemas, visto que muitas peças eram produzidas em grande escala para um único modelo de carro. O resultado o deu-se em enormes estoques parados e alto índice de desperdício. Nesse contexto, surge no Japão, o Sistema Toyota de Produção ou como é conhecido, o Sistema Lean (comumente chamado de Sistema de Produção Enxuta). Embora esse modelo se mostrasse bastante promissor quanto a produtividade e otimização de recursos, identificou-se – também – a necessidade de dedicar maior atenção ao bem-estar do trabalhador, uma vez que o Sistema de Produção Enxuta (PE) também impactava os Fatores Psicossociais (denominados pela Organização Internacional do Trabalho como aspectos das condições de trabalho, estrutura organizacional, cultura, dentre outros). Objetivo: verificar se existe impacto nos riscos psicossociais em profissionais que desempenham cargos de liderança dentro do contexto de empresas que implantaram a PE. Como estratégia da pesquisa, foi desenvolvido e aplicado um questionário para avaliação das condições organizacionais percebidas por estes profissionais. Como resultado, foi possível identificar que não há influência da PE sobre os riscos psicossociais. Concluiu-se que, ao identificar indícios de impacto da PE sobre bem-estar no ambiente de trabalho, estes foram percebidos de forma positiva pelos respondentes.

Palavras-Chave: Sistema Lean; Produção Enxuta; Riscos Psicossociais.

Downloads

Não há dados estatísticos.