Ir para o menu de navegação principal Ir para o conteúdo principal Ir pro rodapé

Artigos

v. 15 n. 1 (2020): ABRIL 2020

Avaliação dos mecanismos de cooperação de cluster para o processamento de resíduos do Complexo Florestal da Sibéria

DOI
https://doi.org/10.20985/1980-5160.2020.v15n1.1620
Enviado
abril 13, 2020
Publicado
abril 13, 2020

Resumo

O tema do estudo é o desenvolvimento de abordagens para avaliar a cooperação em um cluster. Objetivo do estudo: uma seleção de ferramentas para avaliar as características dos laços de cooperação em um cluster para o processamento de resíduos de um complexo florestal na Yenisei Sibéria. Métodos: Análise de casos, questionário, levantamento, avaliação de especialistas e um método de comparação de pares. Resultados: Os seguintes resultados foram substanciados: O cluster emergente para o processamento de resíduos do complexo florestal de Yenisei Sibéria; os fatores situacionais; a especialização da indústria; os objetivos de criar um cluster e os interesses dos participantes. À medida que o agrupamento evolui, as direções e o nível de cooperação dos membros do agrupamento estão sujeitos a mudanças. A classificação dos obstáculos para a cooperação no agrupamento também é realizada. É proposto um indicador agregado da intensidade dos laços de cooperação, com base em cinco critérios, o que permite avaliar tanto a cooperação industrial como a inovadora. Além disso, propõe-se determinar os fatores de ponderação de forma situacional, em função da orientação do cluster. Conclusão: mostra-se que o valor desejado do indicador de cooperação agregada deve ser formado no sistema de coordenadas, ou seja, "inovação - sustentabilidade". A avaliação e regulação do nível do indicador podem servir como ferramenta para a tomada e efetuação de decisões estratégicas sobre as prioridades de desenvolvimento dos clusters.

Downloads

Não há dados estatísticos.