Ir para o menu de navegação principal Ir para o conteúdo principal Ir pro rodapé

Artigos

v. 15 n. 1 (2020): ABRIL 2020

Impactos da inovação nas pequenas empresas do Vale do Rio Doce, Minas Gerais, Brasil

DOI
https://doi.org/10.20985/1980-5160.2020.v15n1.1602
Enviado
dezembro 21, 2019
Publicado
abril 13, 2020

Resumo

Destaques: A implementação da inovação nas pequenas empresas; o desenvolvimento regional do leste mineiro; o crescimento do lucro das empresas em diversos segmentos; o sucesso das pequenas empresas.

Objetivo: Verificar os primeiros resultados da inovação durante o Programa Agentes Locais de Inovação do Vale do Rio Doce, em Minas Gerais, Brasil.

Desenho/Metodologia/Abordagem: Foram obtidos os escores do Radar da Inovação das pequenas empresas atendidas pelo Programa das cidades de Governador Valadares, Coronel Fabriciano, Ipatinga e Timóteo, no período de 2015 a 2017.

Resultados: As empresas apresentaram, de maneira geral, sucesso em relação à inovação proposta pelos agentes entre o ciclo 0 e o ciclo 1 do Radar da Inovação. Foi um grande desafio adequar empresas com maior tempo de atuação aos novos hábitos dos consumidores, já que uma das inovações propostas foi a de inserção das empresas nas redes sociais.

Limitações da investigação: As perguntas que fizeram parte do questionário aplicado às empresas foram aquelas previstas pelo Radar da Inovação, para os ciclos 0 e 1 do Programa, de um total de cinco ciclos. Assim, recomenda-se a elaboração de novas perguntas adaptadas aos outros ciclos.

Implicações práticas: A adoção e a prática do pós-venda com os clientes pelas pequenas empresas, sendo que nenhuma adotava essa atividade como procedimento padrão, como observado no ciclo 0, antes da adesão ao Programa.

Originalidade/valor: Este estudo buscou demonstrar a capacidade das pequenas empresas de resistir à crise econômica e trazer resultados positivos para a economia por meio da inovação e sua inserção nas redes sociais, conforme seus escores obtidos.

Downloads

Não há dados estatísticos.