Uma aplicação do planejamento de experimentos na indústria farmacêutica


Resumo


Este artigo visa a documentar o uso do planejamento de experimentos na indústria
farmacêutica, não apenas para a otimização de resultados e a redução da variabilidade dos
processos, mas, também, para aumentar o conhecimento sobre processos críticos. É
relatada uma aplicação em que ganhos em confiabilidade e robustez estatística foram
atingidos através de um planejamento fatorial desenvolvido visando diretamente àquele fim.
A identificação da variável de saída e dos fatores revelou-se de importância fundamental,
mas a estratégia de análise empregando diferentes abordagens do planejamento foi
decisiva. Foi realizado um planejamento fatorial com três fatores: misturador, posição no dia
e duração. A análise dos resultados do experimento permitiu recomendar durações
diferenciadas para o processo de fabricação, maiores que as praticadas antes do estudo,
chegando a ser maiores que o dobro para os primeiros lotes no dia. Isto decorreu da
descoberta de que a interação entre a posição do lote no dia e o tempo de mistura era
diferente para cada misturador.

Palavras-chave


Indústria farmacêutica; Modelagem estatística; Planejamento de experimentos

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.7177/sg.2007.SGV2N3A6

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

 

ISSN: 1980-5160

Rua Passo da Pátria 156, bloco E, sala Sistemas & Gestão, Escola de Engenharia, São Domingos, Niterói, RJ, CEP: 24210-240

Tel.: (21) 2629-5616

Correspondência: Caixa Postal LATEC: 100175, CEP 24.020-971, Niterói, RJ