Eficiência técnica e inovatividade: um estudo em hospitais privados brasileiros

Thiago Chieppe Saquetto, Teresa Cristina Janes Carneiro, Claudia Affonso Silva Araujo, Kleber Fossatti Figueiredo

Resumo


Os hospitais têm procurado melhorar seu desempenho e a inovatividade tem sido destacada como um aliado nessa missão. O objetivo da pesquisa foi verificar se a percepção de inovatividade dos gestores de hospitais está relacionada com o desempenho de suas organizações. A inovatividade foi definida como uma medida da capacidade da empresa de inovar e foi operacionalizada mediante variáveis relacionadas à inovatividade organizacional e à inovatividade percebida da firma. O desempenho foi definido pela eficiência do hospital em utilizar os recursos disponíveis para prestar serviços. Os resultados de um survey, realizado com gestores de 20 hospitais privados pertencentes a maior operadora de planos de saúde do Brasil, mostraram que a inovatividade percebida possui relação inversa com a eficiência técnica: quanto maior a capacidade ou propensão da empresa a inovar, tanto percebida pela cultura interna da organização quanto por sua forma de atuar no mercado, menor a eficiência técnica do hospital.


Palavras-chave


Inovatividade; Eficiência técnica; Hospitais privados; Análise Envoltória de Dados; DEA



DOI: https://doi.org/10.20985/1980-5160.2017.v12n4.978

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

 

ISSN: 1980-5160

Rua Passo da Pátria 156, bloco E, sala Sistemas & Gestão, Escola de Engenharia, São Domingos, Niterói, RJ, CEP: 24210-240

Tel.: (21) 2629-5616

Correspondência: Caixa Postal LATEC: 100175, CEP 24.020-971, Niterói, RJ